Atos de vandalismo ditam cancelamento da etapa da Costa Blanca Bike Race

31-01-2016 18:44

A colocação em posições erradas das fitas delimitadoras do traçado levaram a vários enganos dos corredores.

A primeira etapa da Costa Blanca Bike Race, pontuável para a prova de Cross Country Olímpico (XCO) dos Jogos Rio2016, viu hoje os resultados anulados, devido a atos de vandalismo.

De acordo com nota da Federação Portuguesa de Ciclismo (FPC), as fitas que delimitavam o traçado foram colocadas em posições erradas por elementos externos à organização, levando muitos corredores ao engano.

"O David Rosa e o Tiago Ferreira seguiam na frente da corrida a 500 metros do final e acabaram por ser enganados. Um corredor espanhol, Sergio Mantecón, viu uma pessoa a mexer nas fitas de marcação e alertou a polícia", descreveu o selecionador nacional, Pedro Vigário.

Perante a adulteração da verdade desportiva, fez-se uma cerimónia de pódio com base na ordem de passagem no último ponto de assistência técnica, mas todas as equipas foram creditadas com o mesmo tempo.

Assim, em termos de luta pela classificação geral final e pelos pontos de apuramento aos Jogos Olímpicos Rio2016, começa tudo do zero na segunda etapa, que vai realizar-se na sexta-feira, em redor de Finestrat, no total de 43 quilómetros.

A seleção portuguesa está a competir com duas equipas na prova espanhola: David Rosa/Tiago Ferreira e Mário Costa/Ricardo Marinheiro.

IN: SAPO Desporto c/ Lusa

Voltar